Teve início nesta segunda-feira, no Vaticano, e prosseguirá até a próxima quarta-feira, dia 12, a reunião da Comissão instituída por Bento XVI para estudar questões relativas à vida da Igreja na China.

Participam dos trabalhos os responsáveis de organismos da Cúria Romana competentes no assunto e alguns representantes do episcopado chinês e de Congregações religiosas.

Nessa primeira reunião serão examinadas as reações à carta endereçada pelo papa, no dia 27 de maio passado, aos católicos chineses. E “se aprofundará o rico conteúdo do Documento pontifício e, à luz dele, serão considerados os aspectos principais da vida da Igreja na China”, afirma uma nota oficial divulgada dias atrás.

Fonte: Rádio Vaticano