O arcebispo de Sorocaba (SP), dom Eduardo Benes, disse nesta quinta-feira que a comissão que discute a pedofilia vai definir orientações para evitar novos casos dentro da Igreja Católica.

Essa comissão funcionará até o final da 48ª Assembleia Geral da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e pode definir novas medidas. A assembleia, que vai até o próximo dia 13, reúne mais de 300 bispos e religiosos em Brasília.

De acordo com o arcebispo, a comissão também poderá propor medidas para prevenir a ordenação de pedófilos. “Não é o padre que vira pedófilo, é o pedófilo que vira padre”, disse.

Para dom Eduardo Benes, a pedofilia faz parte da “estrutura da personalidade da pessoa”. O arcebispo lembrou que já existe hoje, pelo Código de Direito Canônico, previsão de punição para religiosos que comentem crimes como a pedofilia.

Fonte: Folha Online