A Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil comemora neste sábado os 50 anos da comunidade de Rio Pardo com culto festivo e jantar-baile. A confraternização se inicia às 20 horas com culto no templo Martin Luther, localizado na Rua Arthur Falkenbach.

A celebração será oficiada pelo pastor Jair Quinot e o pastor sinodal Waldir Trebien. Após a cerimônia, a diretoria vai receber os membros e demais convidados no salão de festas para um jantar-baile. O ingresso custa R$ 10,00 por pessoa.

A fundação da Comunidade Evangélica de Rio Pardo ocorreu em 17 de novembro de 1957 por interesse dos membros que residiam no município, mas pertenciam a Santa Cruz do Sul. Em assembléia geral previamente convocada, um grupo de pessoas, todas evangélicas, reuniu-se na Igreja Metodista, situada à Praça São Francisco, para apresentar a proposta.

O presidente da Comunidade Evangélica de Santa Cruz do Sul, Augusto Leopoldo Becker, deu início aos trabalhos da organização, que elegeu como primeiro presidente Alvino Engelmann. Os pastores Herbert Maskus e Walter Wartchow também participaram da reunião de fundação da Comunidade Evangélica de Rio Pardo.

No início, os cultos, casamentos, batizados e eventos eram realizados na Igreja Metodista. Em 1964, iniciou-se a reforma e ampliação de uma casa e terreno adquirida de Willy J. Christoff, que servia de oficina na Rua Mateus Simões, 124. As obras, com algumas interrupções, seguiram até 13 de janeiro de 1974, quando houve a inauguração do salão.

Mais tarde, a comunidade evangélica recebeu da Prefeitura a doação de uma casa que servira de ambulatório e que já estava sem uso há algum tempo. Assim, o sonho de ter um templo se tornou realidade. As obras se iniciaram em setembro de 1982 e o no dia 12 de junho de 1983 o presidente na época, Walmor Reis, acendeu as primeiras velas na inauguração da Igreja.

Atualmente, no templo se realizam cultos mensais, sempre no 1º domingo de cada mês, além dos eventos tradicionais no calendário eclesiástico. Em março ocorre a assembléia geral com almoço, em junho o culto de Ação de Graças e em dezembro a festa do Advento.

Fonte: Gazeta do Sul