A Coalizão NoAlPapa, que reúne ateus e cristãos, anunciou hoje uma manifestação contra a visita a Sydney do papa Bento XVI, a quem acusam de “homófobo”.

Bento XVI visitará a Austrália entre os dias 15 a 20 de julho próximo e está previsto que assista em Sydney à Jornada Mundial da Juventude.

“O papa é homófobo (…) Condena milhões de pessoas a aids através de sua política mundial contra o preservativo”, manifestou a porta-voz da plataforma, Rachel Evans, através de um comunicado de imprensa.

O grupo planeja realizar uma manifestação em Taylor Square e depois uma marcha pacífica ao hipódromo de Randwik no dia 19 de julho, onde o pontífice deve se reunir com os participantes da Jornada Mundial da Juventude e celebrar uma vigília.

Fonte: EFE