Em 26 de maio de 2009, o presidente Hosni Mubarak se encontrará com o presidente Barack Obama para discutir a questão da Palestina.

Nesse dia, os coptas (cristãos egípcios) dos Estados Unidos e Canadá realizarão uma passeata pacífica em frente à Casa Branca para mandar uma mensagem para Mubarak.

Na última década, houve um aumento considerável na violência contra os coptas no Egito. Os conflitos afetaram a Igreja em Alexandria e no Cairo, e também aos monastérios.

Recentemente, a igreja Saint Mary foi atacada por duas bombas. O site The voice of Copts (A voz dos coptas) afirma: “O presidente Obama precisa saber que existem americanos que quer que ele se preocupe com a liberdade religiosa no Egito.

Fonte: Portas Abertas