O corpo do cardeal arcebispo d. Aloísio Lorscheider foi enterrado por volta das 19h desta quinta-feira no cemitério do convento franciscano Daltro Filho, em Imigrante, no interior do Rio Grande do Sul.

D. Lorscheider morreu no domingo, aos 83 anos, por falência múltipla dos órgãos. Ele estava internado desde o dia 28 de novembro. No último dia 11, o estado de saúde do cardeal piorou e ele precisou ser levado para a UTI onde permaneceu em coma até o dia de sua morte.

Nomeado cardeal pelo papa Paulo VI, em 1976, o bispo participou em 78 dos conclaves que elegeram os papas João Paulo I e João Paulo II.

Ele foi secretário-geral e presidente da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), presidente do Conselho Episcopal Latino-Americano e da Cáritas Internacional.

Antes de morrer, e por causa dos votos de simplicidade e de pobreza, o cardeal pediu para que seu corpo fosse enterrado no convento franciscano.

Fonte: Terra