O cantor Elton John deveria ser proibido de se apresentar em um festival de jazz em Tobago porque sua homossexualidade poderia influenciar os jovens, disseram nesta segunda-feira alguns líderes cristãos da ilha caribenha.

Um grupo de igrejas cristãs não conseguiu persuadir uma assembléia de Tobago que fiscaliza a administração local a entrar no coro de entidades que pedem um boicote ao show de John no Plymouth Jazz Festival, no fim de abril.

Mas eles disseram que não desistirão da campanha contra John, que se casou com seu parceiro, David Furnish, em 2005.

“Sentimos que isso (o show de John) pode ter um impacto social negativo. Há alguns que podem não ter certeza da própria homossexualidade e alguém tem que ter cuidado sobre como isso pode criar impressões em mentes impressionadas”, disse o pastor Terrance Baynes à Reuters na segunda-feira.

A organizadora do festival, a empresa CL Communications, disse que o show continuaria apesar dos pedidos por boicote.

“Elton John está vindo pelo o que ele é, um dos maiores cantores do mundo”, disse Anthony Maharaj, acrescentando que o país deveria estar honrado com a visita de John a Tobago, a menor ilha de Trinidad.

Fonte: Reuters