“Obrigado pela realização de eventos como palestras e treinamento noturno, mercado de livros e exibição de vídeos cristãos às nossas crianças. Foi um encorajamento para nós a demonstração de que os cristãos em Bagdá não foram esquecidos e que nos apoiam na construção de um novo futuro”, diz Hamdy, um dos líderes cristãos em Bagdá.

“A situação em Bagdá está melhorando, mas ainda precisamos de anos para reconstruir nossas comunidades e vidas.” Hamdy está organizando reuniões quinzenais noturnas para ensinar e treinar convertidos locais em Cultura e Bíblia.

Após muitos anos de turbulência e sofrimento em Bagdá e Mosul, parece que a situação está melhor, embora ainda devagar. Cristãos se reúnem novamente, tem comunhão com muitas precauções de segurança, mas a vida está voltando no Iraque. Em Bagdá as igrejas estão organizando diferentes tipos de eventos e isso é ótimo.

Os cristãos tiveram coragem de se reunir novamente, para aprender e para comprar livros. Palestras sobre esperança, espiritualidade e consciência cultural são dadas e recebidas com alegria. Hamdy: “Estamos tão felizes por poder ensinar nosso povo de novo. É um privilégio sermos capazes de organizar leituras e seminários noturnos. E faremos mais e mais em um futuro próximo. Temos enfrentado e visto tantas dificuldades e sofrimento, e é o momento de algo positivo e agradável para a igreja”, diz Hamdy. “A maioria de nós tem lembranças traumáticas em nossas famílias, como sequestros, assassinatos, abuso de mulheres e assim por diante, então precisamos fazer mais e mais coisas agradáveis. Sim, somos iraquianos cristãos, nós ainda temos esperança de um bom futuro e vida para este país. O Senhor Jesus está conosco”, afirma.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]