As prisões recentes no Irã indicam que as autoridades continuam sua campanha contra os cristãos e outros grupos étnicos ou religiosos minoritários.

Hamik, um cristão da Armênia, foi solto depois de uma semana na prisão, e Nadereh, uma ex-muçulmana foi afiançada depois de duas semanas. As autoridades não disseram sob quais acusações eles foram presos ou deram qualquer outra explicação.

Entretanto, não há nenhuma notícia sobre Jamal, marido de Nadereh, o que indica que ele permanece preso.

Um oficial anunciou em uma rede de notícias do Irã, que um cristão foi acusado de “sacrilégio”, mas não deu nenhum nome ou explicação sobre o que as autoridades querem dizer com “sacrilégio”.

Muitos cristãos que foram libertados em 2008 ainda esperam ser informados sobre as datas das audiências. Casos anteriores sugerem que alguns podem nunca passar por um julgamento, e teriam o caso encerrado. Muitas vezes, eles não recebem o dinheiro da fiança de volta enquanto outros têm a audiência marcada, mas datas são sempre adiadas.

Pedidos de oração

• Ore para que Jamal e os outros presos experimentem o amor do Senhor e sejam soltos em breve.

• Para que Hamik e Nadereh, juntamente com outros cristãos que foram soltos recebam a sabedoria do Senhor para retornar à vida normal.

• Para que a onde de prisões no Irã termine.

Fonte: Portas Abertas