Dia 1° de outubro, o underground, ministério de jovens da Missão Portas Abertas, iniciou a campanha Free to Believe para arrecadar assinaturas em todo o Brasil a fim de convocar os jovens e toda a Igreja no país para se posicionarem contra a Resolução da Difamação da Religião.

Até o momento do envio desta notícia, chegamos a 11.100 petições eletrônicas. Isso sem contar com as que foram impressas pela página do site e estão circulando nas igrejas!

Isso demonstra que podemos contar com os cristãos brasileiros. Ou melhor, que os cristãos perseguidos podem contar com vocês.

Jovens estão se mobilizando por meio das mídias sociais como o Twitter, Facebook e Orkut. As cantoras Nívea Soares, Fernanda Brum, Ana Paula Valadão, Christie Tristão, os pastores Gerson Ortega e Antonio Cirilo, entre outros, também estão participando da campanha e divulgando aos seus seguidores.

Somos muito gratos por isso!

Organizações como a Portas Abertas Internacional estão muito próximas de derrotar a resolução este ano. Mundialmente, já recolhemos quase 70 mil assinaturas. Uma ação combinada neste momento pode fazer toda a diferença!

Por isso, nos comprometemos a orar, divulgar a campanha e dar suporte prático àqueles que não são livres para escolher e praticar sua religião até que possam desfrutar da mesma proteção legal dos cristãos no mundo livre. Essa proteção deveria incluir o direito de:

• ouvir o evangelho;

• fazer uma escolha pessoal sobre sua crença religiosa;

• mudar a opção religiosa em seu documento de identidade;

• possuir uma Bíblia;

• compartilhar sua fé;

• reunir-se com outros para cultuar.

O escritório da Portas Abertas nos Estados Unidos levará o abaixo-assinado para a ONU, por isso, é importante que todas as assinaturas cheguem aos nossos cuidados até o dia 22 de novembro, pois enviaremos somente os que recebermos até esta data.

Contamos com a sua ajuda na divulgação da campanha para o maior número de pessoas possível. Assine e incentive seus amigos, familiares e irmãos a participar também. Você pode fazer diferença na vida dos cristãos perseguidos.

Diga SIM à liberdade religiosa e NÃO para a Resolução da Difamação da Religião.

[b]Fonte: Missão Portas Abertas[/b]