Segundo John Dyck, do Ministério WorldServe, o aumento de cristãos faz crescer a necessidade de novas Bíblias.

Cuba continua a enfrentar os efeitos de uma economia pobre. Demissões em todo o país deixaram muitos cubanos sem uma maneira de ganhar a vida. Essa incerteza está causando a busca de respostas, as quais muitos estão encontrando em Cristo.

O problema agora é a escassez de Bíblias, segundo John Dyck, do Ministério WorldServe. “Elas estão em oferta muito limitada, e há muitos cristãos cubanos que não possuem uma Bíblia do jeito que fazemos na América do Norte”.

Dyck disse que os cristãos compartilham as Bíblias entre amigos, familiares ou membros da igreja.

WorldServe quer mudar isso e distribuir Bíblias legalmente. “Fazemos isso através do trabalho, através da Comissão Bíblia em Cuba, que é um ramo jurídico Nós estamos esperando este ano e no próximo conseguir um número significativo “.

Dyck disse ainda que o aumento de cristãos também faz crescer a necessidade de novas Bíblias, e a cidade de Guantanamo é apenas um exemplo. “Deus está alcançando muitas pessoas através de, por vezes, pequenas as igrejas. Estamos falando de milhares de pessoas que estão se comprometendo com o Senhor neste momento. Então, nós queremos estar envolvidos nesta janela de oportunidade que Deus tem aberto mais uma vez em Cuba”.

[b]Fonte: CPAD News[/b]