Conduzido pelo pastor Uedson Souza Vieira, da Igreja Presbiteriana de Cuiabá, o culto ecumênico desta terça-feira (18.09) no Palácio Paiaguás lembrou aos presentes a importância de se seguir as leis de Deus.

Participaram do momento de reflexão, que acontece uma vez por semana, o governador Blairo Maggi, secretários de Estado e servidores do palácio.

Explicando que existem as leis da física (a da gravidade, por exemplo), às leis do homem (que regem o trânsito) e as leis divinas, o pastor fez a leitura de Salmos, capítulo, nos primeiros versículos: “Bem aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, sem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”.

O pastor Uedson destacou quatro leis deixadas por Deus para o homem: a primeira, que Deus ama a humanidade, e que por conta disso, para salvá-la, entregou seu filho Jesus Cristo; todo homem é pecador; a única possibilidade do homem se chegar a Deus é por meio do seu filho, Jesus; e, por fim, a quarta lei diz que o homem precisa receber Jesus em seu coração.

Concluindo sua pregação, Uedson enfatizou que para o homem meditar sobre a lei de Deus – dia e noite, como diz o salmista – precisa tornar como hábito a leitura da Bíblia Sagrada, “para que o fruto viceje em todos os corações”. Também participaram do culto o pastor Nelson Barros, o presbítero Maurício de Menezes e o ministro de música, Juliano de Lima.

Fonte: O Documento