Conar recebeu centenas de reclamações de consumidores que consideraram a peça “desrespeitosa à sociedade e à família”

Por uninimidade, o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) resolveu arquivar o proceso contra a campanha “Dia dos Namorados O Boticário”, que gerou polêmica e foi considerada ofensiva por mostrar casais homossexuais.

Em reunião nesta quinta-feira (16), o Conselho de Ética do órgão decidiu por não retirar do ar a peça publicitária. Em junho, o Conar recebeu centenas de reclamações de consumidores que consideraram a peça “desrespeitosa à sociedade e à família”.

O Boticário informou, por meio de nota, que o Conar “está em acordo com a proposta da marca de abordar, com respeito e sensibilidade, a ressonância atual sobre as mais diferentes formas de amor independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual, representadas pelo prazer em presentear a pessoa amada no Dia dos Namorados”.

[b]Fonte: iG[/b]