O número de denúncias de violência contra crianças e adolescentes feitas pelo Disque 100 cresceu 80% em 2007 em relação a 2006.

A maioria delas é de situações de violência física e psicológica, seguidas por negligência, abuso sexual, exploração sexual comercial, pornografia e tráfico de pessoas. As mulheres continuam sendo as principais vítimas.

O aumento das queixas se deve à maior confiança que a sociedade tem no disque denúncia e à uma mudança cultural sobre a situação de violência sofrida pelos jovens, segundo Carmen Oliveira, subsecretária de promoção dos direitos da criança e do adolescente da SEDH (Secretaria dos Direitos Humanos), ligada à Presidência da República.

A média diária nacional passou de 38 denúncias em 2006 para 68 no ano passado. No mês passado, foram, em média, 95 denúncias por dia. O maior número veio de São Paulo (3.081), seguido de Bahia (2.547), Minas (2.292) e Rio (2.001). O Disque 100 funciona das 8h às 22h, inclusive em fim de semana e feriado. A ligação é gratuita.

Fonte: Folha de São Paulo