Myrian Rios apresentou emenda destinando dinheiro publico para promover o evento” Jornada Mundial da Juventude” no Rio de Janeiro em 2013.

A próxima Jornada Mundial da Juventude está programada para ocorrer no Rio de Janeiro em 2013. O Aterro do Flamengo será o palco principal, mas ocorrerão atividades paralelas em diversos pontos da cidade. O evento católico deve contar com a presença do Papa Bento 16, mas vem gerando protestos dos moradores da cidade.

A população carioca não parecer aceitar que a Jornada, um evento religioso, seja financiada com dinheiro público, pois acredita que esses recursos poderiam ser melhor investidos se fossem para hospitais, escolas e outros benefícios.

A deputada Myrian Rios, ligada ao movimento católico da renovação carismática, apresentou uma emenda que prevê esse investimento a qual foi aprovada na Assembleia Legislativa do Rio em 28 de novembro.

Para que essa verba seja liberada ainda é preciso a sanção do governador, que deve aprovar o orçamento para 2013 até o dia 22 deste mês. Cerca de 8.000 emendas precisam ser analisadas, incluindo a da Jornada Mundial da Juventude.

Alguns deputados estaduais já se manifestaram contrários. Édino Fonseca afirma ser contra a utilização desse dinheiro para promover um evento religioso, lembrando que o Estado é laico.

O teólogo Rubens Teixeira resume: “é um absurdo privilegiar uma religião em detrimento de outras”. Centenas de mensagens demonstrando desagrado foram postadas nas redes sociais nos últimos dias, incluindo ofensas pessoais a ela.

A deputada Myrian Rios, do PSD, autora da emenda, afirma ser missionária católica, do movimento Canção Nova, há 7 anos e foi eleita “Madrinha de Arrecadação” da Jornada da Juventude, mas não quis se pronunciar sobre o caso. No programa Jogo do Poder, apresentado pelo jornalista Ricardo Bruno, ela afirmou recentemente que tudo que faz é “para o povo”.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]