Uma nova onda de protestos e boicotes à novela Babilônia por parte dos deputados da bancada evangélica na Câmara deve ser formar em breve.

A motivação para a indignação dos parlamentares surgiu da cena em que o personagem do ator Chay Suede trata sua namorada com desprezo por causa de sua visão conservadora a respeito da homossexualidade.

Na cena em questão, o personagem ateu Rafael apresenta suas mães – o casal de lésbicas que se beijou no primeiro capítulo – à sua namorada, que é filha de um prefeito corrupto e religioso, e ouve dela críticas à união homossexual, dizendo que a prática é “imoral” e “pecado”.

A sequência da cena mostra o rapaz revoltado e, em meio aos gritos, diz à menina que “ela não tem direito de dizer o que é certo e errado”.

Além desse diálogo em particular, Ricardo Linhares, Gilberto Braga e João Ximenes Braga vem descrevendo os personagens que formam uma família de evangélicos de forma caricata, atribuindo-os preconceito e corrupção, como se fossem um retrato do segmento na sociedade brasileira.

O jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, informou que os deputados federais da bancada evangélica preparam uma nova retaliação à Globo: “Vem aí mais um round da batalha dos evangélicos para influenciar a dramaturgia da Globo. Os parlamentares da Frente Evangélica da Câmara, que já fizeram estardalhaço por causa do beijo gay no primeiro capítulo de Babilônia, se articulam para começar a descer a borduna em um novo episódio da novela”, escreveu.

Jardim acrescenta que “na semana passada, um diálogo entre Laís (Luisa Arraes) e Rafael (Chay Suede) revoltou os deputados evangélicos por criar uma espécie de estereótipo sobre aqueles que são contra o casamento gay”.

Por outro lado, o ativista gay e deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) usou o polêmico diálogo para pregar seus princípios nas redes sociais: “Na moral? Imoral é o preconceito. E, como disse [a personagem] Teresa, a maior arma contra ele é o amor”, afirmou, em crítica ao discurso personificado na jovem evangélica.

[b]Fonte: Gospel Mais[/b]