O presidente Luiz Inácio Lula da Silva brincou que a concessão do grau de investimento ao Brasil pela agência de avaliação de risco americana Fitch e a descoberta de mais uma jazida de petróleo nesta quinta-feira são um sinal de que ”Deus resolveu passar no Brasil e ficar. Passou e ficou”.

Os comentários do presidente foram feitos em San Salvador, capital de El Salvador, após a participação do líder brasileiro no 2º Encontro Empresarial Brasil-Sica (Sistema de Integração Centro-Americana, grupo formado por El Salvador, Costa Rica, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá e Belize).

A Fitch passou a avaliação do país de BB+ para BBB-, seguindo movimento que já tinha sido tomado por outras agências, como a canadense DBRS, a também americana Standard & Poor’s e as japonesas JCR e R&I.

”Fico extramemtne feliz quando recebo a notícia que a segunda agência reconhece o Brasil como investment grade. No fundo, no fundo, no fundo, nós estamos colhendo aquilo que foi plantado pelo povo brasileiro e acho que isso demonstra que quem trabalha com seriedade e muita objetividade termina vencendo, termina conquistando os seus objetivos.”

De acordo com a agência, a elevação da avaliação do país reflete a considerável melhora do quadro financeiro nas contas externas e no setor público, que reduziu a vulnerabilidade do Brasil a choques externos e de câmbio, firmou a estabilidade macroeconômica e ampliou a perspectiva de crescimento no médio prazo.

Petróleo

Lula acrescentou ainda que uma outra ”notícia boa que vocês (os jornalistas) ainda não sabem, é que nós encontramos mais petróleo hoje”.

Ele se referia ao anúncio feito nesta quinta-feira pela Petrobras sobre a descoberta de uma jazida petrolífera na costa oeste do Estado de São Paulo, em águas onde a profundidade é de 235 metros.

A empresa é a concessionária exclusiva do bloco S-40, onde se localiza a nova descoberta, cujo potencial seria de mais de 12 mil barris por dia.

Mesmo celebrando a descoberta, o presidente afirmou pela manhã que a comunidade internacional não está promovendo uma dicussão sobre a alta do barril de petróleo.

”Não se discute o aumento do petróleo, e estou falando contra mim mesmo. Estou falando contra mim porque o Brasil, além de já ser auto-suficiente em petróleo, acaba de descobrir grandes blocos de petróleo, com grandes possibilidades de tornar o Brasil um dos três países com maior reserva de petróleo do mundo.”

Em um comunicado especial divulgado ao final do encontro desta quinta, os presidentes do Brasil e das nações centro-americanas solicitaram a convocação com urgência de uma Sessão Extraordinária da Assembléia Geral das Nações Unidas para tratar da busca do que definiram como “uma solução pragmática” para a atual crise.

Fundo soberano

Entre as outras ”boas notícias” mencionadas por Lula esteve o anúncio da criação do fundo soberano.

”Já tomamos a decisão, vamos fazê-lo. Eu acho que é extramente importante que o Brasil crie um fundo soberano. Ele cumpre duas finalidades extraordinárias. Uma, que você tenha uma reserva, e outra, que você tira dinheiro que poderia gastar no custeio e no primeiro momento ele pode até servir de superávit primário”.

O presidente acrescentou que a criação do fundo sinaliza ”que não brincaremos com política fiscal e que não queremos retrocesso na economia brasileira e não queremos que a inflação volte”.

Fonte: BBC Brasil