Em depoimento, suspeito, de 24 anos, confirmou a versão apresentada pelos pais dos menores; crime teria começado em um acampamento durante o Carnaval.

Um diácono de uma igreja evangélica se entregou à polícia, na manhã desta quarta-feira (11), após confessar que abusou sexualmente de dois garotos, de 12 e 14 anos. O crime teria ocorrido na cidade de Andradas, no Sul de Minas. Vítima e suspeitos seriam vizinhos.

De acordo com a Polícia Civil, os pais dos meninos procuraram a delegacia, na última sexta-feira (6), depois de ficarem sabendo dos abusos, que teriam começado em um acampamento durante o Carnaval deste ano. O crime teria ocorrido outros vezes, no entanto, os pais ficaram sabendo do caso tardiamente.

Em depoimento, Sidinei Jonas Santiago, de 24 anos, confirmou a versão apresentada pelos responsáveis dos menores. O suspeito, que não teve o nome revelado, foi ouvido e levado para à Santa Casa de Andradas, onde foi submetido ao exame de corpo de delito. Em seguida, foi encaminhado ao presídio da cidade.

A reportagem de O TEMPO tentou entrar em contato com a delegada responsável pelo caso, identificada apenas como Michele, mas ela se recusou a atende as ligações.

[b]Fonte: O Tempo[/b]