Os participantes de missa em favor dos direitos dos homossexuais na Letônia, celebrada neste sábado numa igreja anglicana em Riga, foram vítimas do lançamento de excrementos por parte de centenas de simpatizantes da extrema-direita, constatou a AFP.

Os opositores ao desfile do orgulho gay que deveria acontecer neste sábado na capital, Riga, mas que foi proibido pela prefeitura, bloquearam cerca de 50 pessoas reunidas na cerimônia religiosa, entre elas uma eurodeputada holandesa.

“Tive o desprazer de ver com meus próprios olhos como as pessoas podem se comportar motivadas pelo ódio e pelo medo”, declarou a eurodeputada Sophie Int’Veld, após deixar a igreja por uma porta anexa.

O desfile do orgulho gay 2006 havia sido proibido quarta-feira pelas autoridades de Riga alegando riscos para a segurança. As organizações de homossexuais entraram com um recurso na justiça mas os tribunais mantiveram a decisão de proibição.

Fonte: AFP