Rainha Elsa, personagem do filme animado da Disney
Rainha Elsa, personagem do filme animado da Disney "Frozen".

O filme animado da Disney, “Frozen”, lançado em 2013, foi um sucesso nos cinemas de diversos países, inclusive o Brasil.

A tão esperada sequência do desenho está programada para ter seu lançamento em novembro de 2019.

Porém, em uma entrevista para o Huffington Post, a roteirista e co-diretora do filme, Jennifer Lee levanta a possibilidade de que Elsa possa ter uma namorada nesta nova produção.

Tudo começou quando fãs e ativistas do movimento LGBT se apegaram à música “Let It Go” – que fez muito sucesso com o filme – como seu “hino”, e uma vez que uma sequência foi anunciada, as mídias sociais ficaram inundadas com o hashtag “#GiveElsaAGirlfriend” (“#DeUmaNamoradaParaElsa”).

Até mesmo foram criadas petições que circulavam pela internet, com o objetivo de dar à personagem do desenho um interesse amoroso feminino.

Quando Lee foi questionada sobre se deveria ou não aceitar oficialmente o apelo da comunidade LGBT, ela confessou que a equipe do filme tem discutido e considerado essa possibilidade.

“Eu amo tudo o que as pessoas estão dizendo e pensando com o nosso filme”, ​​disse ela ao jornal. “Isso está criando diálogo, mostra que Elsa é essa personagem maravilhosa, que fala com tantas pessoas”.

Ela continuou: “Onde estamos indo com isso? Temos muitas conversas sobre isso, e somos realmente conscientes sobre essas coisas”.

O Huffington Post também informou que Idina Menzel – dubladora da rainha Elsa – disse que está “animada ao ver que as pessoas estão falando sobre a possibilidade”.

Os ativistas LGBTQ também voltaram a inundar as mídias sociais em apoio à ideia:

“Não posso esperar para que Elsa fique com uma namorada e tenha sua própria história de amor. Pais que pensam que seus filhos ficariam confusos com isso, está tudo bem, as crianças compreendem o sentimento de um relacionamento amoroso saudável, mesmo que não saibam como articulá-lo. #GiveElsaAGirlfriend #YasQueen #LoveWins”, publicou um usuário do Twitter.

“Eu realmente espero que Elsa seja lésbica, precisamos de mais representação gay nos meios de comunicação”, postou outro usuário.

Porém há muitos internautas que estão contra esta ideia, dizendo que a Disney está cedendo à pressão do movimento LGBT.

“Então, toda essa coisa da Elsa.Eu não gosto disso. Sinto que a Disney está considerando torná-la lésbica, simplesmente porque a comunidade LGBT se queixou sobre isso. Eu não acredito em adicionar um personagem gay a algo despretensiosamente”, comentou uma internauta.

“Eu tinha certeza que isso iria acontecer! Cerca de duas semanas atrás eu disse que Elsa será revelada como lésbica na sequência de Frozen. Ei, disney… Deixe as crianças serem crianças. Não pressione seu conteúdo maduro sobre essas mentes inocentes. Isso é doentio, distorcido, perverso”, postou outro usuário do Twitter.

Caso realmente venha a dar uma namorada para Elsa, a animação “Frozen 2” junta-se a outras criações recentes da Disney, que receberam atenção por serem pró-LGBT, incluindo o remake de “A Bela e a Fera” em 2017, a inserção de uma personagem lésbica no desenho “Doutora Brinqueidos” e também no “Procurando Dory”.

Fonte: Guia-me