A Fundação Pró-Sangue de São Paulo registrou nesta segunda-feira um crescimento de 50% no número de doações de sangue.

O aumento se deu por conta do grande número de pessoas que procuraram os centros de doação após o desabamento do teto da sede da Igreja Cristã Apostólica Renascer em Cristo, na noite de domingo, na zona sul da cidade. Nove pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas no acidente.

Segundo a Pró-Sangue, a estimativa é que a coleta desta quarta-feira seja de aproximadamente 600 bolsas, 50% a mais do que a média de 400 registrada durante a semana.

Entretanto, a fundação informou que a procura pelas bolsas de sangue permanece inalterada. O hemocentro da Pró-Sangue recebe por mês cerca de 13 mil bolsas de quatro centros de coleta da região metropolitana e as distribui a 130 hospitais de São Paulo.

Fonte: Terra