A Fundação Montagnard, que representa os cristãos montagnard, contou à BosNewsLife o que aconteceu no último dia 19 de agosto, com dois homens apenas identificados como Ri, de 20 anos, e Wo, 24 anos.

Forças de segurança vietnamitas “chamaram os dois irmãos cristãos”, para a aldeia de Ploi Todrah, na província de Gialai, para uma delegacia de polícia próxima.

“Quando nossos irmãos chegarem à delegacia, a polícia de segurança os algemou e os enviou à prisão do distrito de Cu Se”, disse um funcionário da fundação.

A polícia tentou forçá-los a assinar um papel em que concordavam em parar de promover cultos de adoração em casa.

Foi dito a eles que “se eles quisessem adorar Deus, teriam de seguir Siu Kim”.

Firmes em Jesus

“Os dois cristãos detidos se recusaram a assinar o papel”, disse o funcionário.

” Eles disseram que a Bíblia lhes dá “coragem” e os ensinou que é mais importante estar “na presença de nosso Senhor Jesus Cristo” do que seguir as demandas do mundo”.

Siu Kim é um degar montagnard que trabalha para o governo comunista do Vietnã. Ele ajudou a montar igrejas que “adoram” o líder de comunista Chi de Ho Minh, já morto, segundo cristãos locais.

Estes dois cristãos degar permanecem na prisão. Suas famílias temem pela vida deles. Lembre de Ri e Wo em suas orações.

Fonte: Portas Abertas