Propaganda da Dove acusada de racismo
Propaganda da Dove acusada de racismo

Na sequência de fotos divulgada na página britânica da Dove, uma mulher negra, veste uma blusa marrom, que tira para revelar ser uma mulher branca. Tudo ao lado da foto de um sabonete da marca, dando a entender que a moça virou branca após se limpar com ele – o que passaria a mensagem de que a pele negra é suja, enquanto a branca seria limpa.

Internautas ficaram indignados com o anúncio e começaram a protestar. “Eles queriam dizer que era para todas as pessoas, mas acabaram irritando uma parte da população. Nós. Vamos só esperar pelo pedido de desculpas, agora”, comentou uma mulher negra.

O anúncio foi tirado do ar e a Dove publicou em seu Twitter um pedido de desculpas: “Uma imagem que postamos recentemente no Facebook errou ao representar mulheres de cor. Nós nos arrependemos profundamente da ofensa causada”.

Entre as manifestações de indignação dos internautas, foi lembrado que em 2011 a empresa foi acusada de racismo por uma campanha com o mesmo teor. A imagem com “antes” e “depois”, também dá a entender que a mulher negra seria o “antes” e a branca o resultado final do uso do produto.

Já em 2015, a Dove foi centro de outra polêmica ao lançar um bronzeador que era recomendado para uso em peles “de normal a escuras”, o que sugere que a pele escura não seria normal.

Fonte: UOL