O bispo emérito de Campo Limpo, Dom Emílio Pignoli, 76 anos, um padre italiano de 86 anos, e outras três pessoas foram feitos reféns, por cerca de 1 hora e meia, na noite de sexta-feira, 26, após dois bandidos invadirem uma capela e a residência do bispo localizadas no mesmo imóvel, na Rua Circular do Bosque, na região do Morumbi, zona sul da capital paulista.

Por volta das 18h30, armados de revólveres, Antonio Gomes Neto e Rafael Ferreira de Castro, ambos de 18 anos, invadiram a casa após dominar duas pessoas que arrumavam as portas de ferro da frente do imóvel. A zeladora da residência, o bispo e o padre foram rendidos na seqüência e todos obrigados a permanecer deitados no chão enquanto a dupla revirava o imóvel.

Após recolher uma TV de 29 polegadas, o anel do bispo, um aparelho de DVD, um par de tênis e 200 reais em dinheiro, a dupla, que ameaçou cortar o dedo de Dom Emílio caso ele não entregasse o anel, fugiu na picape Fiat Strada dos dois homens que faziam a manutenção do portão. PMs do 16º Batalhão foram acionados, mas não encontraram os assaltantes de imediato.

A dupla foi detida por volta da 1 hora deste sábado, com a picape, nas proximidades da Favela Paraisópolis, na mesma região. Levados ao 34º Distrito Policial, de Vila Sônia, Antonio e Rafael foram reconhecidos pelas vítimas e autuados em flagrante por roubo. Os objetos levados da residência foram recuperados pela polícia.

Fonte: Estadão