Cristãos de Belém, no Oriente Médio, estão convidando pessoas e grupos de todo o mundo a enviarem seus desejos e orações pela paz via correio eletrônico. As mensagens recebidas serão compartilhadas em paróquias, escolas e organizações de Belém e Jerusalém como parte das atividades previstas para a Semana de Ação, organizada pelo Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

As mensagens recordarão aos palestinos, separados uns dos outros e do mundo exterior, que não estão esquecidos, dizem os grupos de Belém. As mensagens deverão ser enviadas para o e-mail aei@p-ol.com. As orações e desejos de paz que chegarem a Belém serão reproduzidos na página web www.aeicenter.org.

No sábado, dia 7 de junho, algumas mensagens serão lidas em voz alta na Praça do Presépio. Nessa tarde, pessoas de Belém formarão um “relógio vivo” para recordar as seis décadas que estão vivendo como pessoas refugiadas e desarraigadas de sua terra de origem, e os 41 anos de ocupação. No dia 8 de junho paróquias dos cinco continentes farão oração especial escrita por dirigentes eclesiais de Jerusalém para a Semana de Ação.

A Ação Internacional das Igrejas para a Paz na Palestina e Israel, que será celebrada de 4 a 10 de junho, conta este ano com participantes de 17 países. Para o evento serão organizados atos em todos os continentes, de Canberra a Edimburgo, de Manila a Oslo. Integram a programação da Semana reuniões com autoridades governamentais, vigílias, manifestações públicas, atos culturais e coletivas de imprensa. Pax Christi Internacional ajudou a planejar a semana e a World Vision International é uma das entidades participantes.

Fonte: ALC