Na presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do governador de São Paulo, José Serra (PSDB) e outras autoridades, o bispo Edir Macedo, dono da Record e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, atacou a Globo durante seu discurso na cerimônia que marcou o início das transmissões do canal de notícias Record News.

“Nós fomos injustiçados por muitos anos por um grupo de comunicação que tinha e e mantém o monopólio da notícia no Brasil. Daí nosso desejo de dar um fim a esse monopólio”, afirmou Macedo, em uma referência indireta à emissora carioca, justificando o motivo da criação do “primeiro canal exclusivo de notícias 24 horas da TV aberta”.

Procurada pela Folha Online, a Globo informou que não vai comentar as declarações de Macedo.

A cerimônia começou a ser transmitida às 20h com imagens do auditório e do palco do teatro Record, em São Paulo. O evento reuniu também o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), entre outras autoridades.

No início da cerimônia, o apresentador Celso Freitas lembrou a história da Record, que tem 54 anos e em 1989 esteve à beira da “falência”. Ele citou que a emissora é “a segunda assistida (sic) do Brasil” e que está “a caminho da liderança”. Em seguida, Macedo fez seu discurso, agradeceu a presença das autoridades e citou o objetivo do Record News de “levar informação de qualidade, de graça”.

Serra foi o segundo a discursar, parabenizando a “excelente iniciativa”, que “amplia em muito a diversidade de opiniões e multiplicidade de enfoques”. Lula falou em seguida e disse que a estréia do canal contribui para a maior democratização da comunicação no país.

Por volta das 20h10, Macedo e Lula acionaram o botão que deu início oficial às transmissões do canal, que ocupa o lugar da Rede Mulher, transmitida em São Paulo no 42 UHF.

Edir Macedo diz que vai “cutucar fígado” até Globo cair

Após o início das transmissões do canal Record News, o bispo Edir Macedo, dono da Record e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, conversou com exclusividade com a Folha Online.

Questionado sobre o seu comentário sobre o que ele chamou no discurso de “monopólio da notícia” no Brasil, em uma referência indireta à Globo, o bispo disse que irá “cutucar o fígado” da concorrente “até cair”.

Folha Online- O senhor falou em quebra do monopólio, qual seria o prazo para isso?

Edir Macedo- A gente vai cutucando o fígado até cair.

Folha Online- Mas vai cair?

Macedo- Você conhece luta de boxe?

Folha Online – Não, o senhor luta?

Edir Macedo não respondeu e saiu andando no Teatro Record, onde foi realizada a cerimônia que marcou a estréia do canal Record News, em São Paulo.

O evento, que começou a ser transmitido às 20h, reuniu autoridades como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, José Serra (PSDB).

Também estiveram presentes o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), o presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT-SP), entre outras personalidades.

Fonte: Folha Online