A editora norte-americana Beaufort Books adquiriu os direitos de publicação de um romance sobre a menina que foi feita noiva do profeta Maomé, um mês depois de sua concorrente Random House desistir do lançamento por temer que o livro “incite a atos de violência”.

Eric Kampmann, presidente da Beaufort, disse em nota que “The Jewel of Medina” (“A Jóia de Medina”) deve sair em outubro, com uma sequência em 2009.

A mesma Beaufort havia publicado “If I Did It” (“Se eu tivesse feito”), de O.J. Simpson, depois que a Regan Books, subsidiária da Harper Collins, cancelou a edição desse livro em que o ex-jogador de futebol americano fala do assassinato da sua mulher — crime do qual foi suspeito.

A Random House, subsidiária da alemã Bertelsmann, deveria ter publicado “The Jewel of Medina”, romance de estréia da jornalista Sherry Jones, 46 anos, em 12 de agosto.

Mas a Random House desistiu alegando ter recebido “conselhos não só de que a publicação pode ser ofensiva para parte da comunidade muçulmana, mas também que poderia incitar a atos de violência por parte de um pequeno segmento radical.”

Em nota, Jones se disse satisfeita por ter encontrado um editor “que não tenha se deixado assustar pela polêmica”.

Fonte: Folha Online