A educação teológica ecumênica tem importância estratégica para o cristianismo no século XXI. Esta foi a mensagem do IV Congresso da Conferência Mundial de Associações de Instituições Teológicas (WOCATI, a sigla em inglês), reunido em Neápolis, Tesalônica e Volos, na Grécia, dias 31 de maio a 7 de junho.

O Congresso declarou que as igrejas, os organismos doadores e as universidades devem empenhar-se na promoção e financiamento da educação teológica ecumênica, incluindo programas de intercâmbio de professores e alunos das diferentes regiões e denominações. A educação teológica é decisiva para o fortalecimento da identidade das igrejas, bem como para sua abertura ao diálogo ecumênico e inter-religioso, sublinharam os participantes do encontro.

“Existe uma necessidade imensa de incrementar os esforços para promover a educação teológica ecumênica, considerando os enormes desafios lançados pelas igrejas em rápido crescimento, as graves desigualdades no acesso à educação teológica superior e as tendências cada vez maiores ao fundamentalismo e à fragmentação das religiões”, disse o coordenador do programa de educação teológica do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), Dr. Dietrich Werner.

Considerando que as igrejas necessitam de teólogos, pastores e líderes eclesiais bem formados, acrescentou Werner, é preciso estabelecer novas formas de solidariedade internacional e compartilhar esforços para melhorar as faculdades, as bibliotecas e os programas de estudos, bem como os níveis de qualidade da educação teológica.

O presidente da WOCATI, professor Petros Vassiliadis, destacou a função única da Conferência Mundial como fórum global para o diálogo aberto, uma vez que ela promove a contextualização e a catolicidade na educação teológica.

Na mensagem final, o Congresso emitiu recomendações específicas às igrejas, às associações de faculdades de teologia e ao CMI. Uma das recomendações aponta para a necessidade de investir no diálogo regional e na educação teológica nas regiões em desenvolvimento. Também recomendou cooperação mais estreita entre os programas de educação teológica do CMI e da WOCATI.

Ao longo dos seis dias do encontro, cujo tema central foi “Educação Teológica: Uma proposição radical”, estiveram reunidos cerca de 60 especialistas em educação teológica, de 35 países dos hemisférios Sul e Norte. Foram examinados 25 estudos de caso e relatórios regionais sobre novidades fundamentais na educação teológica, que serão colocados à disposição no site da WOCATI e do CMI. A WOCATI é uma organização mundial que reúne 25 associações regionais de faculdades de teologia.

Organizado pela WOCATI e o CMI, o Congresso contou com o patrocínio da Associação de Igrejas e Missões Protestantes da Alemanha, da Diocese Ortodoxa Grega de Neápolis e Stavroupolis, do Departamento de Teologia da Universidade Aristóteles de Tesalônica e da Academia Volos, da Diocese de Demetrias.

Fonte: ALC