Moradores da pequena cidade de Texistepeque, no norte de El Salvador, cumprem uma curiosa tradição na Semana Santa.

Vestidos de demônios, homens distribuem chicotadas para ilustrar a eterna luta do bem contra o mal. Os talciguines – ou homens demônios, no idioma local -açoitam os espectadores para puni-los por seus pecados.

Dezenas de pessoas visitam a cidade para participar do ritual e buscar a absolvição por seus crimes por meio das chicotadas dos talciguines.

A cerimônia começa com os demônios e um homem que representa Jesus Cristo participando de uma missa e oferecendo as suas atuações como sacrifício. Dali, eles partem para as ruas e o homem vestido de Jesus é perseguido pelos demônios.

Quem cruzar o caminho dos talciguines acaba levando as chicotadas, que são para valer.
Cada vez que um dos demônios se aproxima do Jesus fictício, o talciguine bate com o seu chicote no chão três vezes. Os demônios então cercam o homem e chicoteiam o chão nove vezes, para simbolizar as tentações.

Com o último açoite, um dos talciguines cai diante dos pés de Jesus, o que simboliza que o bem venceu o mal. Então, Jesus toca um sino para avisar que perdoa a todos por seus pecados. Livre do mal, o demônio corre então para a igreja.

Fonte: BBC Brasil