[img align=left width=300]http://www.folhagospel.com/imagem/universal-novotempo-logos.jpg[/img]

Em mais uma ação para ocupar o máximo possível de espaço em todas as TVs abertas do país, a Igreja Universal do Reino de Deus fez mais uma “vítima”: a igreja Adventista do Sétimo dia.

A Universal de Edir Macedo acaba de ocupar o canal 14 da operadora Sky com sua programação (o espaço é arrendado pela rede CNT).

Até então o canal 14 –considerado uma excelente localização no line-up de qualquer operadora– era ocupado pela TV Novo Tempo, canal da Igreja Adventista.

Mas, segundo a coluna apurou, emissários da Universal manobraram nos bastidores nos últimos meses para tomar o espaço dos adventistas –que foram “expelidos” do 14 para para o longínquo canal 165 da operadora.

Pior: a TV Novo Tempo informa que vai deixar definitivamente a Sky no próximo dia 27 de agosto.

Ela é exibida em sinal aberto (UHF), mas também pode ainda ser sintonizada nas operadoras Net e Claro (canais 184 e 684), e pela Oi (214).

Procurada, a Igreja Adventista disse que foi “surpreendida” pela decisão da Sky em tirar a Novo Tempo de seu local tradicional no line-up, que não recebeu nenhum tipo de explicação, e que considera que houve descumprimento de contrato.

Procurada, a Sky não quis se manifestar sobre assunto, assim como a Igreja Universal do Reino de Deus.

[b]”TELEMONOPÓLIO”
[/b]
Nos últimos anos, a Universal praticamente monopolizou, pela compra, todos os horários possíveis na TV aberta brasileira.

Além de há décadas ocupar as madrugadas da TV Record, em 2013, ela tirou a Igreja Mundial do Poder de Deus, do pastor Valdemiro Santiago, do canal 21 e das madrugadas da Band.

Por uma oferta financeira muito maior que a de Valdemiro –cuja igreja atravessava dificuldades causadas por uma reportagem-denúncia da própria Record–, a Universal acabou arrendando o canal UHF e a faixa noturna da emissora.

Um ano antes, porém, Valdemiro e a Band já haviam selado um acordo verbal que garantia à Mundial o canal 21 ao menos até 2015.

No início deste ano, em outra ofensiva contra a igreja de Santiago, a Universal também arrendou o canal Ideal, que pertence ao Grupo Spring (revista “Rolling Stone”), mais conhecido com a “ex-MTV”.

Nos últimos anos a Universal também tirou o espaço de outras igrejas evangélicas e religiosos que compravam alguns horários na TV Gazeta e na RedeTV!, por exemplo.

[b]CUNHADO PRESERVADO
[/b]
Vale dizer que uma das únicas igrejas que ainda tem intocados seus horários na Band e na RedeTV!, e que não tem sido combatida pela Universal, é a Internacional da Graça, do pastor R.R. Soares –que é cunhado de Edir Macedo. Ele é casado com Maria Magdalena Bezerra, irmã do bispo.

Também o programa “Vitória em Cristo”, de Silas Malafaia, com uma hora de duração aos sábados na Band, até o momento também não foi afetado pela “ganância” da Universal.

Cerca de 10 anos atrás, a Universal chegou a tentar comprar inclusive as madrugadas do SBT, mas não conseguiu convencer Silvio Santos.

Vale dizer que nada disso é ilegal. Não existe nenhuma regulamentação específica que proíba uma igreja (entidade, em tese, sem fins lucrativos) de divulgar sua mensagem (por meio da compra de horários) em veículos de comunicação, inclusive concessões de TV ou de rádio.

[b]Fonte: Ricardo Feltrin – Colunista do UOL[/b]