Em entrevista exclusiva ao Guiame, a cantora, compositora e educadora falou sobre a importância de que os pais estejam atentos ao acesso de seus filhos à internet, o perigo da pedofilia e literaturas nas escolas que promovem a ideologia de gênero.

“É hora de despertar! Não desista do seu filho. Ele é seu maior tesouro”. O alerta de Cristina Mel chega aos pais em um momento crítico, no qual a pedofilia é vista por determinados grupos como uma mera orientação sexual e a ideologia de gênero é proposta nas escolas municipais de todo o Brasil (por meio dos Planos Nacionais de Educação).

Em entrevista exclusiva ao Guiame, a cantora, compositora e educadora falou sobre a importância de que os pais estejam atentos ao acesso de seus filhos à internet, o perigo da pedofilia, literaturas nas escolas que promovem a ideologia de gênero e até mesmo brinquedos que podem interferir de forma negativa na vida dos pequenos.

Confira abaixo, a entrevista na íntegra:

[b]Portal Guiame: Em entrevista feita anteriormente, você afirmou que a internet não é um local seguro para as crianças (por diversos motivos). Como os pais podem combater este perigo em tempos nos quais grande parte do cotidiano passa por este contexto virtual (mídias sociais, sites, etc)?[/b]

Cristina Mel: Os pais precisam ficar atentos aos assuntos e amigos virtuais, sempre lendo as conversas deles, bloqueando no computador que a criança usa, palavras chaves, como: Sexo, Drogas, violência etc. Os pais também devem conversar abertamente com seus filhos sobre todo tipo de assunto, preparando-os para os dias maus.

[b]Guiame: Apesar de não ser um problema novo, a pedofilia ainda tem sido vista como um tabu em boa parte de nossa sociedade. Em contrapartida, vemos alguns grupos de pessoas que apontam este fator como uma ‘mera orientação sexual’ e não um distúrbio. A falta de diálogo poderia agravar este quadro? Como?[/b]

Cristina Mel: Com certeza. As crianças precisam se proteger. Dizer não a todo abuso e não permitir que toquem em suas partes íntimas… que isso não é mero carinho, mas uma violência contra a inocência das crianças. Disque denúncia: 100!

[b]Guiame: Em suas canções deste novo CD / DVD ‘Fazendo a Diferença’, você fala sobre assuntos diversos, que vão desde o sedentarismo, passando por brincadeiras saudáveis, até assuntos alarmantes como diversos tipos de abusos contra crianças.[/b]

Cristina Mel: Sim, É uma ordem direta de Deus para que haja um despertar global ao massacre emocional e psicológico que nossas crianças têm sido expostas nos últimos anos. Vemos adolescentes acomodados, tudo vem fácil demais… onde estão os empreendedores, os sonhadores…? não aceitam o Não como resposta. Tudo tem que ser imediato… não apreciam a vida, as pequenas coisas… Elas precisam proteger suas emoções… Milhares de crianças têm cometido suicídio, sofrem de depressão… não têm sentimento nem amor ao próximo e fazem qualquer coisa para alcançar seus objetivos… Eles precisam de Deus, de um novo coração.

[b]Guiame: Temos visto nos últimos dias, propostas como a ideologia de gênero buscando cada vez mais espaço nas escolas – inclusive de ensino fundamental. Em sua opinião, qual o efeito que esta ‘orientação’ pode causar nas mentes das crianças? Como as famílias podem se defender disso?[/b]

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/smart/media.guiame.com.br/archives/2015/08/05/3920003710-cristina-mel.jpg[/img]Cristina Mel: Os pais têm o direito de ensinarem seus filhos nos caminhos de Deus, com Seus princípios. O Estado não tem o direito de passar por sobre a autoridade dos pais. Temos que ficar atentos a toda literatura que entregam aos nossos filhos nas escolas. A criança que não tem identidade sexual é facilmente manipulada… não tem autoestima, fica confusa, perdida, se sente culpada e vive um conflito interior. Não devemos ceder.

[b]Guiame: Há no mercado atual, uma variedade imensa de brinquedos, jogos e até mesmo roupas que chamam fortemente a atenção das crianças. Porém nem todos contribuem positivamente para o desenvolvimento dos pequenos. Qual orientação você daria aos pais, na hora de ir às compras, em busca de presentes para seus filhos?[/b]

Cristina Mel: Cuidado com os modismos… devemos conhecer e analisar muito bem tudo que compramos para nossos filhos … Tudo que levamos para dentro de nossa casa. Existem jogos satânicos onde as crianças viajam por um mundo virtual, Obscuro e tenebroso. Cheio de violência. Vivendo numa realidade virtual e deixam de viver o mundo real, se desconectanto do que realmente importa: sua família, amigos e o próprio Deus. Bonecas que são monstros, demônios; invocação de espíritos malignos nas escolas em forma de brincadeira, onde crianças saem possuídas e doentes de lá; jogos de guerra que ensinam como matar… O que estão fazendo com esta geração? É hora de despertar! Não desista do seu filho. Ele é seu maior tesouro.

[b]Fonte: Guia-me[/b]