A visita provavelmente alimentará a especulação de que Tony Blair (foto), que é anglicano, pode se converter ao catolicismo depois de deixar o cargo, em 27 de junho. A mulher de Blair, Cherie, é católica praticante.

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, deve fazer uma visita de despedida ao papa Bento 16 no dia 23 de junho, informou uma fonte no Vaticano nesta terça-feira.

Há anos existem boatos na mídia britânica de que Blair possa se converter ao catolicismo quando ele deixar o gabinete, mas autoridades afirmam que a religião do primeiro-ministro é um assunto particular.

Acredita-se que o premiê recebeu a comunhão do papa João Paulo 2o durante uma visita ao Vaticano em 2003. O Vaticano nunca confirmou o rumor.

Fonte: Reuters