O engenheiro civil e presidente regional do Ibape (Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia), Eduardo Aleixo, vistoriou residências próximas à construção da catedral da Igreja Universal, na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande, MS, e verificou a presença de rachaduras.

Foram observadas fissuras nas quatro casas visitadas. De acordo com ele, somente um laudo irá apontar se os danos nos imóveis foram provocados pela obra. Outras residências devem ser vistoriadas. O engenheiro termina o relatório em duas semanas.

Caso seja constatado que a obra danificou as edificações, cabe as partes envolvidas entrarem em acordo sobre a situação. Segundo Aleixo, em casos de obras consideradas de grande porte, a recomendação é que seja feita uma vistoria técnica nos imóveis próximos.

Os apontamentos podem ser utilizados em casos de danos. Aleixo não sabe se neste caso específico foi feito este tipo de trabalho. O engenheiro quer se reunir com os responsáveis pela obra.

Fonte: Campo Grande News