O site de jogos voltado para pais de crianças que jogam videogames perguntou aos seus usuários suas preferências quanto ao tipo de conteúdo ao qual seus filhos estão expostos no videogame. A resposta? Acham violência menos ofensiva que material sexual.

Segundo o site “The Inquirer”, os pais do WhatTheyPlay.com preferem ver seus filhos jogando games com violência gráfica a colocá-los frente a dois personagens em cenas íntimas.

O resultado, reproduzido no site “Gaming Today”, mostra que sexo entre um homem e uma mulher é o conteúdo mais ofensivo para 37% dos pais, sendo que em segundo lugar vem “dois homens se beijando”, com 27%, e apenas então uma cabeça decepada (26%) e, por fim, o uso múltiplo de palavras de baixo calão (10%).

A resposta é bastante diferente da obtida pela pesquisa do site norueguês Dagbladet, que há pouco tempo descobriu que a cabeça decepada era o pior conteúdo para 65,8% dos pais, sendo que dois homens se beijando vinha em segundo lugar (24,9%), seguido por sexo entre um homem e uma mulher (5,2%) e palavrões (4,1%), conforme noticiou um “blog”.

Fonte: UOL