Em um país conhecido pela estrita vigilância e regulamentação para o cristianismo, uma vila, anteriormente não-alcançada, agora tem um novo grupo de comunhão com 35 fiéis que se reúnem para adorar ao Senhor.

Três missionários do Gospel for Asia (GFA) viajaram pelas montanhas e florestas por três dias para alcançar uma vila isolada no sul do Butão. Eles foram os primeiros a levar o evangelho àquela localidade. Eles anunciaram o Deus vivo e verdadeiro e oraram pelos doentes e necessitados. Quando eles foram embora, três dias depois, sete famílias tinham recebido a salvação em Cristo.

Um dos missionários era o pastor Shema, que, pela graça de Deus, tem levado o evangelho a muitas áreas não-alcançadas do país. Ele já iniciou grupos de comunhão em cinco aldeias remotas.

“Diferente de outras aldeias, onde as pessoas não permitem sequer que os missionários entrem, por causa das restrições do governo, os moradores dessas vilas amam o pastor Sherma, que impactou muito suas vidas”, disse um correspondente.

Rana e Benita, missionárias do GFA, empreenderam essa viagem com o pastor. Elas foram presas no começo deste ano por pregar o evangelho, mas, após a libertação, as duas continuaram o ministério, sem desanimar.

Por causa da fidelidade de missionários como Shema, Rana e Benita, o Senhor está alcançado muitas pessoas no Butão. Ore pelos novos convertidos, para que eles permaneçam firmes em sua fé, apesar das dificuldades que quase certamente virão.

Fonte: Portas Abertas