Aparecido Alves de Moraes, 33 anos morreu baleado depois de uma discussão por causa de um som em uma Igreja Evangélica em Paulo de Faria neste final de semana.

Moraes foi morto por um vizinho da igreja que freqüentava depois de reclamar do som alto de um veiculo que estaria atrapalhando a realização do culto.

Depois do crime os vizinhos, pai e filho abandonaram o local e são procurados pela polícia de Paulo de Faria.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. A polícia abriu inquérito para apurar o caso.

Fonte: Região Noroeste/SP