Diagnosticado com câncer terminal na uretra, o luterano Scott Nagy, 52, ouviu dos médicos que não viveria muito tempo. Desde agosto está internado no Hospital Universitário de Oncologia Seidman, fazendo quimioterapia.

Ele conta que havia prometido que levaria sua filha, Sarah, 24, ao altar no dia do casamento. Mesmo que tivesse de fazer isso deitado em uma maca. Neste domingo (12) ele entrou com a filha na Primeira Igreja [img align=left width=300]http://noticias.gospelprime.com.br/files/2013/10/scott-nagy.jpg[/img]Evangélica Luterana de Strongsville, em Ohio. Do outro lado da igreja, esperavam por ela o noivo, Angelo Salvatore, e o pastor Chuck Kneren, que realizou a cerimônia.

Um médico e uma enfermeira se voluntariaram para acompanhar Nagy. Eles o ajudaram a esconder os fios de monitoramento sob o smoking. Para poder participar da cerimônia, Scott fez uma terapia diária para se fortalecer. O trajeto da ambulância que o levou foi pago por uma empresa de transporte médico.

Scott conseguiu chegar até o altar, beijou o neto que levava as alianças e acenou para os convidados. “Nós conseguimos”, disse à filha. Pediu ainda que ela não chorasse, pois poderia estragar a maquiagem. Muitos dos presentes choraram e bateram palmas. As imagens da cerimônia correram o mundo nesta segunda-feira. Segundo relatos, Nagy voltou para o hospital após a cerimônia.

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]