Milhares de evangélicos do município de Nueva Guinea, no norte da Nicaragua, clamarão a Deus na celebração do Dia da Bíblia, no último domingo de setembro, pedindo pelo fim da violência diária e que o seu Espírito ilumine os futuros governantes para que administrem o país com sabedoria.

A Nicarágua elegerá governantes no dia 5 de novembro.

“Queremos que a campanha eleitoral se desenvolva com tranqüilidade”, disse o pastor Patricio Mora.

Inscreveram-se para marcharem em Nueva Guinea, a 300 km da capital, 21 denominações cristãs, que comemorarão o 437o aniversário da tradução da Bíblia do hebraico ao espanhol. “Também queremos que termine a violência e os acidentes de trânsito na localidade conhecida como Verbena, a 3 km ao norte do município”, disse o presidente do comitê pastoral do Conselho de Igrejas Evangélicas Pró Aliança Denominacional (Cepad), pastor Job Sevilla.

Participarão da marcha mais de cinco mil evangélicos, estudantes, e pais dos quatro estudantes mortos no acidente de trânsito ocorrido na segunda-feira, 11 de setembro, quando o ônibus que conduzia 100 alunos de escola secundária local capotou.

Depois da marcha, de três quilômetros, haverá um culto de oração para pedir ao Deus da vida que termine com o espírito de morte na região. “Vamos abençoar Verbena para que não ocorram mais acidentes de trânsito”, anunciou Sevilla. Verbena soma 11 acidentes este ano.

O religioso também pediu pelo bom andamento das eleições de novembro. “Queremos clamar a Deus para que a campanha dos cinco candidatos presidenciais transcorra na mais completa tranqüilidade e transparência”, informou o pastor.

Disputam a presidência da República na Nicarágua os candidatos Daniel Ortega, pelo sandinismo, José Rizo, pelos liberais tradicionais, Eduardo Montealegre, liberal dissidente, Edmundo Jarquin, sandinista renovado, e Edén Pastora, da Alternativa pela Mudança.

Sevilla afirmou que, após o acidente que matou os cinco estudantes e deixou outros 19 feridos, muitos deles em estado grave, nasceu uma grande solidariedade entre evangélicos e católicos. Juntas, fiéis das duas denominações arrecadaram mais de 15 mil dólares para auxiliar nos gastos médicos dos estudantes, que provêm de famílias humildes e que ainda estão hospitalizados.

A partir deste gesto de solidariedade foi criado um comitê integrado por pastores, padre, pais e professores.

As cidades de Diriamba, Carazo, no sul do país, e em Jinotega, a 167 km ao nordeste da capital, o Dia da Bíblia também será festejado. O pastor Patricio Mora disse que os fiéis marcharão pela paz, pedindo que o candidato que seja eleito cumpra as promessas de projetos sociais e lute para terminar com a pobreza e a corrupção.

Fonte: ALC