Bandeira de Cuba
Bandeira de Cuba

Os evangélicos em Cuba estão se preparando para lutar contra o que eles temem que sejam movimentos em direção à aceitação do casamento gay no país comunista.

Cinco grupos da igreja – a Liga Evangélica de Cuba, as Convenções Batistas Orientais e Ocidentais, a Igreja Metodista de Cuba e a Igreja Evangélica Assembleia de Deus – explicaram sua posição em suas redes sociais, de acordo com informações do Miami Herald.

A constituição de Cuba está sendo reformulada e a filha do ex-líder Raul Castro, Mariela Castro Espin, está fazendo lobby por uma seção que reconheça os direitos das pessoas LGBT, que podem incluir o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

“Queremos conscientizar as autoridades sobre os perigos que o casamento entre pessoas do mesmo sexo pode apresentar à nação”, disse Dariel Llanes Quintana, presidente da Convenção Batista do Oeste.

Ele disse que as cinco denominações pediram permissão às autoridades para organizar uma marcha em Havana, mas foram recusadas.

Os líderes das denominações disseram que a ideologia de gênero não tinha “qualquer relação” com os países comunistas, citando a antiga União Soviética, China, Vietnã e Coreia do Norte, em nenhum dos quais o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal. O bispo metodista Ricardo Pereira Diaz disse: “Você não pode simplesmente escolher do capitalismo o que é conveniente para você. Se o país é comunista, então seja comunista.”

Ele criticou entidades como o Centro de Educação Sexual de Mariela Castro, conhecido como Cenesex, dizendo: “Em outros países, os pais podem mandar seus filhos para escolas particulares ou públicas que sejam aceitáveis ​​à sua fé. Em um país como o nosso, onde a educação é governada pelo governo e não há alternativas, ensinar a uma criança algo que é contrário à sua fé é uma violação do livre-arbítrio.”

A liberdade religiosa continua a ser restringida em Cuba e as violações dos direitos humanos são generalizadas, apesar das reformas econômicas cautelosas iniciadas pelo presidente Miguel Diaz-Canel.

Fonte: The Christian Today