O evangelista Arlen Soares, ligado à Missão Reluz, foi agredido fisicamente na Praça Rio Branco, conhecida como Praça da Rodoviária, em Belo Horizonte.

O fato ocorreu enquanto pregava um sermão sobre a necessidade de que cada pessoa se empenhe na busca por uma mudança de vida.

Arlen Soares é conhecido na capital mineira por pregar na Praça da Rodoviária há mais de 10 anos. A região é um ambiente urbano degradado, com presença de prostíbulos, pontos de tráfico de drogas e grande número de mendigos.

De acordo com informações do site Noticias Cristãs, Arlen Soares adota uma linha de pregação dura, contra a teologia da prosperidade e doutrinas neopentecostais, e constantemente fala contra líderes evangélicos como Silas Malafaia, Edir Macedo, R. R. Soares, Valdemiro Santiago e David Miranda (líder da Igreja Pentecostal Deus é Amor).

A agressão aconteceu na última sexta-feira, 25 de outubro, e partiu de um espectador – que também seria evangélico – incomodado com o discurso de críticas fortes às mensagens dogmáticas pregadas na maioria das igrejas.

Enquanto o evangelista falava, foi surpreendido com uma pedrada na cabeça, que causou um corte profundo. Os transeuntes que haviam parado para ouvir a mensagem do Evangelho, tentaram impedir a fuga do agressor, mas não conseguiram.

Arlen estava acompanhado de alguns colaboradores de sua iniciativa evangelística e foi socorrido. Sangrando, entregou o microfone para um homem identificado apenas como Ronaldo, e foi levado a um hospital da região onde recebeu três pontos.

Assista o vídeo com cenas da agressão:

[b]Fonte: Gospel +[/b]