No dia 25 de março a Igreja Universal do Reino de Deus realizou na África do Sul o evento “Amandla ngawethu 2.0”, que precisou de dois estádios poliesportivos para comportar todos os fiéis da igreja em Johannesburgo.

[img align=left width=300]https://noticias.gospelprime.com.br/files/2016/04/estadios-na-Africa-do-sul.jpg[/img]Segundo as autoridades locais, foram mais de 140 mil pessoas que estiveram nos estádios Ellis Park e no Johannesburg Stadium para participarem da reunião.

O nome da reunião “Amandla ngawethu” significa “Poder para nós” nos idiomas zulu e xhosa, dois dos 11 idiomas oficiais na África do Sul. A frase se tornou slogan na luta contra o apartheid e por isso se eternizou na história do país.

O evento religioso organizado pela Igreja Universal teve como objetivo mostrar que é possível enfrentar as adversidades da vida por meio da fé em Deus e em si mesmo.

“Aprendemos na Igreja que ‘ou Deus é ou Ele não é’, ‘é tudo ou nada’. Se o que que está escrito é verdadeiro, então alguma coisa grande tem que acontecer, tem que haver libertação e Salvação”, afirmou o responsável pela evangelização da Universal na África do Sul, bispo Marcelo Pires.

Aos presentes que não conhecem a Deus dessa maneira, o bispo enviou um recado: “Creia em Deus e em si mesmo. Se você acreditar somente em Deus, vai dizer que fracassou na vida por causa do Seu Pai. Quando você acredita em Deus e em si mesmo, ninguém pode pará-lo. ”

Além dos fiéis da Igreja Universal e convidados, o evento contou com a participação do presidente da África do Sul, Jacob Zuma, acompanhado da esposa dele e da ministra de Água e Saneamento do país, Nomvula Mokonyane, entre outras autoridades políticas do país.

O presidente teve a oportunidade de conhecer os trabalhos da Igreja Universal e ainda recebeu os livros “Nada a Perder 3”, o “Livro do Templo de Salomão”. Com informações Universal.org

[b]Fonte: Gospel Prime[/b]