Em entrevista coletiva concedida logo após deixar a pasta do meio ambiente, a ex-ministra Marina Silva, disse que não havia desgaste entre ela e o governo e que se ela avaliasse que sua luta não valia mais a pena, ela já teria saído antes do ministério.

“Se o desgaste estivesse tão grande que não valesse a pena a minha luta, vocês nem estariam aqui porque eu teria saído silenciosamente pelas portas dos fundos. Eu saí pela porta da frente porque entrei pela porta da frente”, disse.

Marina se emocionou ao falar de uma rodovia no Estado do Acre que seria construída sem licença ambiental. Ela afirmou que por lutar contra a construção desta BR, ela foi impedida de transitar livremente pelo Estado. “Nunca um político tão trucidado quanto eu fui”, disse ela.

Mas a ex-ministra voltou a falar em derrotas e em vitórias e lembrou que, depois disso, ela foi eleita senadora pelo Estado e que a estrada foi feita somente após o estudo ambiental liberando a área.

Fonte: Terra