O ex-secretário de defesa dos Estados Unidos, Donald Rumsfeld, usava regularmente passagens bélicas da Bíblia nas capas dos documentos de inteligência da Casa Branca, diz uma reportagem da revista americana “GQ”.

Segundo informações do “Yahoo News”, as passagens bíblicas eram colocadas sobre fotos das tropas americanas no Iraque para obter o apoio do então presidente americano, George W. Bush.

A revista reproduziu em seu site uma página de um relatório de 31 de março de 2003, mostrando uma foto de um tanque cruzando o deserto cerca de 10 dias depois que os Estados Unidos invadiram o Iraque. Sobre a imagem, lia-se um versículo bíblico do livro Efésios, que diz: “Tomai, por tanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever”.

O autor da reportagem, Robert Draper, afirma que o uso das passagens bíblicas era feito por um diretor do Pentágono, mas acusa Rumsfeld de responsabilidade pela prática, segundo o “Yahoo News”.

“Pelo menos um analista muçulmano dentro do prédio (do Pentágono) ficou muito ofendido” com a prática, diz o texto de Draper. “Outros se preocupavam que se essas capas vazassem durante uma guerra em uma nação islâmica”, a polêmica gerada seria “tão ruim quanto Abu Ghraib”, diz outro trecho do texto publicado pela “GQ”, informou o Yahoo News.

Fonte: UOL