Integrantes de uma expedição cristã nas montanhas do Noroeste do Irã afirmam ter encontrado uma formação rochosa que se parece com a Arca de Noé. A formação, diz reportagem da “National Geographic”, está a quatro mil metros do nível do mar, no Monte Suleiman, na cadeia Elburz.

– Ela se parece com madeira – disse Robert Cornuke, presidente do Instituto de Pesquisa e Exploração da Arqueologia da Bíblia (Base, na sigla em inglês), que fica em Palmer Lake, no estado americano do Colorado.

Segundo a reportagem, fotos tiradas por integrantes do instituto mostram a formação, que se parece com o que poderia ser madeira petrificada.

– Tiramos pedaços de pedra e podemos ver estruturas de células (de madeira) – disse o presidente do instituto.

Ele reconhece, Segundo a reportagem, ser difícil provar que se trata da arca. Mas afirma estar convencido de que a área era um lugar de peregrinação, com base em vestígios de um santuário encontrados pela equipe.

– Não podemos afirmar que encontramos a arca, mas ela se parece com o objeto de que os antigos falavam – disse ele.

Para ele, as direções dadas no Velho Testamento como o lugar em que a arca atracou não levam ao Monte Ararat, na Turquia, mas sim para o outro lado, o Irã.

Um geólogo da University College de Londres disse à revista, porém, que o pedaço retirado do local se parece com rocha sedimentária que indicaria a existência de um ambiente marinho.

Outros cientistas ouvidos na reportagem também duvidam da possibilidade de a equipe ter encontrando madeira petrificada naquele local.

Fonte: O Popular