Tem sido uma estranha semana de prisões até agora por causa da obsessão da Turquia em limpar os ‘partidários do golpe’ do país. Três cidadãos foram presos por supostamente “insultar” o presidente turco Erdogan nas mídias sociais. E 22 advogados também foram presos por supostas ligações com o movimento ‘Gulen’, que a Turquia suspeita estar por trás do fracasso do ano passado.

[img align=left width=300]https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840×500/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/02/08/3270966424-turquia-escola.jpg[/img]Em meio a tanta tensão política na Turquia, os cristãos são muitas vezes prejudicados visados ??pelo governo e seus vizinhos muçulmanos. O pastor americano Andrew Brunson ainda está preso na Turquia com um conjunto sombrio de acusações contra ele.

Mas Steve Van Valkenburg, representante da ‘Christian Aid Mission’, diz que a crescente tensão e o nacionalismo na Turquia também estão prejudicando outro grupo de pessoas: as crianças cristãs.

Ele explicou recentemente: “Na Turquia, as escolas estão se tornando cada vez mais centros de doutrinação para o islamismo. … As escolas regulares estão buscanfo formas de doutrinar as crianças sob os prinícpios do Islã”, destacou.

“Eu conheço um cristão na Turquia que disse que seu filho está na terceira série e um dia e um questionou ao chegar em casa: ‘Por que temos que ser cristãos?’. O garoto contou que na escola ele sempre sofre com o preconceito de seus amigos. Ele é o único cristão da classe e o professor sempre o escolhe para zombar dele. … E age como se fosse normal se as crianças quiserem espancá-lo”, acrescentou.

Steve contou que em outro caso outra criança cristã nunca teve seu talento para os estudos reconhecido por seus professores e colegas, simplesmente por causa de sua religião.

“Conheço outra criança, uma cristã, na Turquia, que ia muito bem [na escola]. Ele tirava as notas mais altas de sua classe, mas a escola nunca o reconheceu. Eles nunca reconheceram que ele era o primeiro de sua classe. Eles reconheceriam todos os outros, mas não ele, porque ele era um cristão na classe”, contou.

Ele levanta a questão: “Se você é um pai cristão na Turquia, quais são suas opções?”.

“Uma solução é encontrar uma escola privada para crianças cristãs na Turquia para participar. Mas as finanças dos pais nem sempre se traduzem em taxas escolares privadas. É aí que entra a Christian Aid”, explicou.

“Uma coisa que estamos tentando fazer é levantar fundos para ajudar os cristãos a encontrar uma solução melhor para seus filhos, para que eles possam frequentar, provavelmente, algum tipo de escola particular onde os professores não são muçulmanos”, contou.

Steve finalizou, pedindo orações pelas crianças cristãs da Turquia e suas respectivas famílias.

“Por favor, orem por crianças cristãs na Turquia, que sejam fortes em sua fé e até mesmo sejam guiados por seus pais sobre como compartilhar sua fé com seus amigos”, pediu.

[b]Fonte: Guia-me[/b]