Uma família argentina foi detida em Buenos Aires, sob suspeita de torturar, assassinar e esquartejar uma jovem, colocada em uma mala e jogada no rio Riachuelo em fevereiro de 2007, depois de um suposto ritual religioso.

Entre os detidos, a cargo da divisão de homicídios da polícia argentina, está a sogra da vítima. Eles foram encontrados no quinto andar de um edifico no bairro de Villa Lugano.

Fonte: Terra Argentina