A família de José Rezek prepara uma grande festa para comemorar, no sábado (16) o segundo aniversário do que consideram um fenômeno: a imagem de Nossa Senhora de Fátima que verte um líquido adocicado, parecido com mel.

A Santa do Mel, como ficou conhecida a imagem, foi pivô de uma crise entre religiosos e quase afastou a família da Igreja.

Isso tudo está superado, assegura Sônia Miranda Diniz, esposa de Rezek e que está envolvido ativamente nos preparativos para a grande festa. Em junho, segundo ela, o arcebispo de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello, esteve na casa (no bairro Vilas Boas), conversou com a família, viu a imagem. “Ele foi maravilhoso”, conta.

Ao Midiamax o arcebispo nunca confirmou a visita, mas nem negou. Segundo Sônia, a família franqueou a estátua para a Igreja fazer os exames que achasse necessário a fim de comprovar o fenômeno. “Como ele nunca fez, acho que se deu por satisfeito”, diz ela.

Fonte: Midiamax