A fase diocesana do processo de beatificação do Papa João Paulo II será concluída em 2 de abril, mesmo dia em que se completam dois anos de sua morte, informou o cardeal vigário de Roma, Camillo Ruini.

A partir desse momento, o processo passará à Congregação para a Causa dos Santos.

O processo de beatificação de Karol Wojtyla teve início em 28 de junho de 2005, em Roma, cidade em que morreu João Paulo II, no dia 2 de abril de 2005.

O processo foi aberto por expresso desejo de Bento XVI, sem a espera de cinco anos após sua morte, como estabelece o Código de Direito Canônico.

Embora destacados cardeais considerem que o processo será breve, levando em conta os numerosos testemunhos que chegam diariamente ao vicariato de Roma sobre supostas graças conseguidas por sua intercessão, o postulador da causa, o sacerdote Slawomir Oder, lembrou que, entre discursos e documentos, João Paulo II escreveu mais de 100 mil páginas, somente durante a etapa de Papa, que terão que ser estudadas antes da conclusão dos trabalhos.

Sobre os milagres ocorridos por intercessão de João Paulo II, que podem levar-lhe a ser santificado, Oder informou sobre o caso de um americano que se recuperou de uma afecção hepática incurável, e o de uma freira francesa que se curou do mal de Parkinson.

Fonte: EFE