O Exército israelense bloqueou todas as passagens para a Cisjordânia desde a noite de terça-feira. A medida preventiva foi tomada por causa do Purim, celebração judaica que termina na noite de sábado para domingo.

As autoridades temem que algum atentado possa ocorrer durante as tradicionais festividades religiosas.

“O Exército israelense estima que o período festivo é muito arriscado e por isso estaremos atentos a todos os pontos sensíveis para garantir a segurança dos cidadãos de Israel”, explica o comunicado.

A festa de Purim, uma das mais alegres do calendário judaico, celebra um episódio descrito no livro bíblico de Ester, no qual a rainha judia que havia se casado com o rei da Pérsia salva seu povo da destruição.

Fonte: Elnet