O templo da Igreja Universal do Reino de Deus recém-inaugurado na Epitácio Pessoa, em João Pesoa, na Paraíba, recebeu neste domingo a visita do principal líder espiritual da Igreja, Edir Macêdo (foto).

A primeira pregação começou às 10h, mas, ao contrário do que havia sido informado pelo pastor Miguel Arcanjo, responsável pela segurança do religioso, a imprensa foi impedida de realizar imagens do culto.

“A imprensa poderá ter acesso ao templo e fotografar, mas o Bispo não concederá entrevistas nem antes, nem após os cultos”, assegurou Arcanjo na manhã de ontem.

Apesar do público grande, não houve problemas maiores em relação ao trânsito, que ficou tranqüilo no local.

A Igreja Universal do Reino de Deus é uma igreja cristã de linhas neopentecostais, fundada no Brasil, onde tem sua maior atuação, mas também está presente em outros países, tanto de língua portuguesa como em outros.

Trata-se de uma instituição polêmica, devido ao fato de sua teologia, seus atos, posições sociais e morais, bem como métodos de trabalho serem duramente criticados, tanto por leigos quanto por adeptos de outras linhas religiosas, inclusive de linhas cristãs, protestantes e pentecostais.

A sua sede mundial , o Templo da Glória do Novo Israel, está localizada no bairro de Del Castilho, no Rio de Janeiro.

Edir Macêdo critica políticos corruptos

O bispo Edir Macêdo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, celebrou, na manhã deste domingo, um culto no Templo Maior, que fica na avenida Epitácio Pessoa, para milhares de fiéis. Durante o culto, Macêdo criticou os políticos corruptos e disse que “quem rouba é servo do Diabo, que mata e destrói”.

Ele revelou que a Igreja Universal vem, nos últimos anos, crescendo e se multiplicando no País. Segundo o Bispo, o crescimento da Igreja foi uma provisão e um trabalho de Deus.

Por mais de uma hora, Edir Macêdo falou para os fiéis. No final do culto, ele deixou o Templo e não quis receber a imprensa e nem as pessoas que queriam lhe conhecer e cumprimentar. Às 18 horas, o bispo realiza outro culto no mesmo lugar.

Entre as autoridades presentes, estavam o empresário Roberto Cavalcanti, suplente de senador e dono do Sistema Correio de Comunicação e o ex-deputado e pastor Fausto Oliveira, presidente estadual do PRB.

Fonte: Paraíba.com.br e WSCOM